quarta-feira, 26 de novembro de 2008

PORQUE NÃO NOS ENTREGAREMOS


A coisa ta difícil, quase impossível, como se não bastasse os adversários do São Paulo não ajudarem, o próprio Grêmio parece não estar se ajudando, tirar cinco pontos de diferença em dois jogos, com um time vindo de uma goleada, surge a pergunta:
Por que acreditar?
Para responder isso, nada melhor do que a data de hoje, 26/11/08, há três anos atrás aconteceu aquilo que só poderia ter acontecido com o Grêmio... A BATALHA DOS AFLITOS. Hoje faz três anos que o Grêmio mudou algo no futebol, que o Grêmio virou um exemplo, uma inspiração para qualquer momento de dificuldade, e se o Grêmio pode inspirar os outros, porque não inspirar a si próprio? Será que o problema de agora é tão grande como aquele, de quando tínhamos sete homens (ou heróis) em campo um pênalti contra e só 10 minutos de jogo para reverter algo. Se o Grêmio pôde aquele dia, porque não poderá agora, se acreditamos em Lipatin, porque não em Marcel, se tínhamos o jovem e frio Galatto, temos Victor, e acima de tudo, temos algo que só o Grêmio tem a Imortalidade. E é por isso, que mesmo no impossível, não nos entregaremos.

Colaboração: Henrique Sartori, “el Gran Niño”

2 comentários:

Tati Buhl disse...

Aff!

Finalmente encontrei pelos pampas alguém que, como eu, ainda acredita que o Grêmio pode ser o Campeão do Brasileirão.

As chances são remotas sim, mas existem e não podem ser ignoradas.

Acompanhei, durante essa semana, diversos blogs e, pra minha decepção, só vi críticas e descrenças.

Cadê o grito "Com o Grêmio, onde o Grêmio estiver"? Creio que alguns esqueceram-se...

Parabéns xirú!!
Não tah morto quem peleia!
Dá-lhe Grêmio!

Kiko disse...

Milagre só com o Grêmioooo!!!

Pesquise no Blog

UA-8936653-1