quinta-feira, 30 de outubro de 2008

O Resultado do Invencionismo


É óbvio que tomar um gol aos 14 segundos de jogo desmonta a estratégia de qualquer equipe, mas em se tratando do time, ou amontoado de jogadores que entrou em campo ontem, nem sei se isso foi o principal prejuízo.
O Cruzeiro impôs seu jogo, em 15 minutos já tinha obrigado a Victor fazer 2 milagres, o Grêmio parecia assistir o jogo, entrou com um esquema 3-5-0, pois não existia ataque, e com a lesão de Pereira e a entrada de Perea, nada mudou. Tcheco parecia sozinho na tentativa de criar algo de ofensivo.

Celso Roth é sim um dos principais responsáveis pela brilhante campanha do Grêmio do 1º turno, que nos encheu de esperança, mas é também um dos culpados pela queda. Uma sucessão infundada de erros vem nos tirando o Bresileirão mais fácil da era de pontos corridos, tracei alguns dos mais gritantes:

Eleição: como disse o Dr. Koff, simplificando tudo: não era o momento.

Douglas Costa: a este pode se atribuir, e muito, as variações de esquema. Que o garoto tem muito futuro, isso ninguém nega, mas na ânsia de colocá-lo para jogar, estão desmontando o resto do time. Ora, temos uma Libertadores ano que vem para disputar, é óbvio que vai ser necessário um “Time B” para o Gauchão e começo do Brasileiro, teria momento melhor para lançar o garoto, sem pressão.

Celso Roth: é impressionante, mas aquela frase que até minha bisavó sabe: “em time que está ganhando não se mexe”, parece que para Roth não existe. Na ânsia de escalar Souza e Douglas Costa principalmente, ele mexeu no esquema do melhor time do 1º turno, conseguiu fazer a equipe “perder a liga” que parecia ter adquirido. Mexidas infundadas e uma gritante falta de convicção que pode ser evidenciada no caso Reinaldo. O jogador sequer vinha ficando no banco e de repente vira titular absoluto.


Alguém lembra desse time: Victor, Léo, Pereira e Réver; William Magrão, Rafael Carioca, Pico, Paulo Sérgio e Tcheco; Perea e Marcel (ou um cone, uma pedra, uma vaca...). Pois é, esse é o time campeão do primeiro turno com sobras, e por algum motivo, o time que não mais é escalado.

Claro que, como Gremistas que somos, não podemos esmorecer, ainda restam as 4 partidas em casa, nas quais contamos com um jogador que nem a direção nem o treinador barram ou escalam: A TORCIDA.

2 comentários:

KIKO disse...

ME AMARGUEI MESMO!!!
Eu à três jogos, isto incluindo a vitória(sem querer)do GRÊMIO sobre o sport, vejo o time muito mal e erros acontecendo em setores que não acontecia de jeito nenhumn, tá loco, com o ímpeto do Roth de fazer teste no meio das partidas eu tô achando que até contra o figueira o TRICOLOR vai patinar mesmo sendo em casa e comtra o palmerda nem se fala, eu dô por certa a nossa derrota no palestra e completando a minha amarguez sou capaz de afirmar que o futebol gaúcho fazer ser conhecido ao final desse ano como o futebol dos quase: o Juventude=quase subiu, o inter-galático=quase foi à Libertadores e o GRÊMIO quase saiu campeão!!!!
E no momento é isso, sujeito a alterações de humor!!!

André Guerin disse...

Não é hora pra isso Kiko, tu desistiu no segundo pênalti do Aflitos?

Pesquise no Blog

UA-8936653-1